Aprenda a calcular o seu salário líquido após todos os descontos

Todos os trabalhadores com carteira assinada o salário bruto passa por descontos específicos para assim chegar no valor real a ser recebido, conhecido como salário líquido. O salário sem os descontos é conhecido por salário nominal, que é acordado entre a empresa e o funcionário, mas antes de chegar na conta desses trabalhadores alguns descontos acontecem e muita gente não sabe como calcular o real valor que irá receber.

Principais descontos feitos no salário bruto

Como já dito anteriormente o salário bruto consiste no valor acordado na contratação do funcionário, mas não é o valor que ele vai receber todo mês. Esse valor vai sofrer alterações referentes aos descontos que a maioria dos funcionários estão sujeitos a sofrerem.

Desconto do INSS

Todo mês no salário bruto é descontado um determinado valor que é o do INSS para que futuramente se torne a aposentadoria, ou em caso de demissão, o seguro-desemprego dos trabalhadores. O valor a ser descontado para o INSS depende do valor do salário do trabalhador, sendo assim, cada caso será um caso.

Desconto do Imposto de Renda

Após o desconto feito para a previdência acontece o desconto que é destinado a Receita Federal. Esse desconto é feito diretamente pelo empregador e é para o Imposto de Renda a ser pago a Receita.

O desconto também varia de acordo com o valor do salário bruto dos funcionários. Para ter uma ideia de quanto será o valor a ser pago existe um simulador do IRPF que auxilia nisso e disponibiliza outras informações sobre o Imposto de Renda 2021.

Descontos adicionais

Fora os citados acima existem outros descontos que são chamados de “descontos adicionais” e consistem nos referentes a plano de saúde, vale transporte, empréstimos e contribuição sindical.

Quando se fala no desconto feito devido ao vale transporte no máximo a empresa só pode descontar o valor de 6% do salário, caso o funcionário necessite de mais o adicional fica a parte, geralmente custeado pela empresa.

Após toda a subtração provocada pelos descontos realizados mensalmente o trabalhador fica então com o seu salário líquido, o que realmente recebe. Vale lembrar que essa conta é extremamente fácil de ser feita, basta apenas pegar o valor do salário bruto e então calcular de acordo com as taxas de cada desconto.

O desconto varia de trabalhador para trabalhador pois depende diretamente da quantia acordada como pagamento, não podendo assim ser usado como base de comparação os descontos sofridos por outros funcionários.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *