Sabe aquelas medidas de fim de ano (tipo “perder peso”, “parar de tomar Coca-Cola” ou “nunca mais discutir no Facebook”)? Pois de 2015 para 2016 eu resolvi investir em uma que fosse mais humanamente possível: ler mais livros.

Com um saldo acumulado de apenas 8 obras ao longo ano passado, percebi que meus hábitos de leitura estavam indo para as cucuia e pensei que, talvez, se gameficasse essa medida com ajuda do Goodreads tudo ficaria mais fácil. E ficou mesmo!

De janeiro até agora já li 15 livros e descobri autores e autoras maravilhosas. O que me traz até esse post: as 3 mulheres que conheci em 2016. No caso: Tina Fey, Amanda Palmer e Mariana Carpanezzi (ou Surina, seu outro nome). Uma que eu já conhecia há tempos (por causa da TV), uma que eu só tinha ouvido falar (por causa da música) e outra que eu jamais ouvi o nome. Todas maravilhosas e autoras de livros sensacionais que você precisa conhecer também.

Tina Fey – A Poderosa Chefona

As pessoas gays não tentam converter as outras. Essas são as testemunhas de Jeová

livro-tina-fey-a-poderosa-chefonaRoteirista do famoso Saturday Night Live e das séries Unbreakable Kimmy Schmidt e 30 Rock (além, é claro, do divertido filme Garotas Malvadas, de 2004), Tina Fey é uma das mulheres mais poderosas e engraçadas do Show Business. Por isso, quando descobri A Poderosa Chefona, sua autobiografia, nem pensei duas vezes se precisava ou não ler o livro.

Bem, na verdade pensei sim, já que demorou uns 2 ou 3 anos para que eu de fato lesse. Mas isso não importa: depois de ter lido tudo, o que eu posso dizer é que as pessoas precisam conhecer a visão de vida e de mercado que essa mulher tem.

O Mundo sem Anéis – 100 dias em bicicleta

Somos uma espécie diferente e ridícula. Cada experiência já vem com o futuro guardado no bolso. Como se faltasse sentido quando não existe finalidade. Estudar para ser alguma coisa quando acabar. Casar e ser amado para sempre. Amigos são para te entender. Viajar com porto de chegada. Cada gesto acorrentado a um objetivo. Nossa inocência domesticada na coleira do final

O Mundo sem Anéis – 100 dias em bicicletaAté outro dia mesmo eu não fazia ideia de quem era Mariana Carpanezzi. Aí ganhei um Kindle de presente e parti em busca de alguns e-books, incluindo aqueles sobre ciclismo, bike e cicloviagens e foi assim que eu conheci a Carpanezzi e seu O Mundo sem Anéis – 100 dias em bicicleta, um apaixonante livro que mistura um pouco das histórias da moça sobre pedaladas na Europa e sobre a forma com que ela vê a vida e as coisas.

Um ótimo livro para quem vai de bike, a pé, sozinho ou acompanhado por aí.

Ah, e para comprar dê um pulinho até www.surinamariana.com

A arte de pedir; ou como aprendi a não me preocupar mais e a deixar as pessoas ajudarem

“Quem consegue pedir sem sentir vergonha se enxerga como alguém que colabora — e não que compete — com o mundo.”

A arte de pedirTem gente que nunca ouviu falar a respeito da Amanda Palmer. Agora, tem gente que conhece a Amanda como sendo “a mulher do Neil Gaiman”.

Eu acho que ser do primeiro grupo é melhor do que ser do segundo.

Isso porque, além dela ter sido a artista de musica a arrecadar 1 milhão de dólares mais rapidamente pelo Kickstarter, Amanda também é a responsável pela apresentação no TED “The art of asking” (com mais de 8 milhões de views) e autora do divertido e inspirador A arte de pedir, o livro onde ela conta um pouco a respeito da sua vida – desde quando era artista de rua até palestrante do TED – e sobre como essa arte de pedir pode nos ajudar, inclusive, a sermos pessoas melhores.

Quer receber (ou até passar para frente) mais dicas de livros? Então escreva aí nos comentários ou siga lá no Goodreads.

 

Em breve

Outros lançamentos

Parceiros