Com a chegada de O Agente da U.N.C.L.E nos cinemas, resolvemos listar por aqui todos os trabalhos do diretor Guy Ritchie, indo dos piores para os melhores. Confira!

8 – Destino Insólito

Dizem por aí que a pior coisa que o inglês fez em sua carreira foi ter casado com a Madonna, mas eu não concordo 100% com isso.

Sim, Destino Insólito, uma refilmagem de um filme italiano da década de 70, é de fato o pior trabalho do diretor nos cinemas – e vale dizer que o original não é lá aquelas coisas também. No entanto, o casamento com a diva do pop resultou em dois dos melhores trabalhos de Guy Ritchie fora das telonas: o controverso clipe de What It Feels Like For A Girl e o divertido comercial Star, produzido pela BMW, e que foi uma das primeiras grandes produções de uma marca feita exclusivamente para web. Confira aí.

7 – Revólver

Apesar de ter o roteiro escrito por Luc Besson (O profissional, O quinto elemento), este Revólver é uma tentativa do diretor em voltar aos trilhos depois do fracasso monumental que foi Destino Insólito, porém, mesmo tentando simular por aqui todos os pontos que fizeram dele um dos nomes mais cool de Hollywood no inicio da carreira (a edição estilizada, os gângster e a trilha sonora marcante), quase nada consegue salvar esta tranqueira de filme.

6 – Sherlock Holmes: O Jogo de Sombras

Mesmo com uma fotografia brilhante e o carisma dos protagonistas, o que é este Sherlock Holmes: O Jogo de Sombras senão uma cópia sem graça do primeiro filme?

5 – O Agente da U.N.C.L.E

Parece que Guy Ritchie não sabe mais ser Guy Ritchie, pelo menos é o que fica parecendo ao final de O Agente da U.N.C.L.E, novo filme do diretor. Mesmo com uma equipe de atores bastante competente e um bocado de grana em mãos, tudo o que ex da Madonna consegue entregar aqui é um filme bastante desinteressante com quase 2 horas de projeção que apenas em alguns momentos flerta com aquilo que gostaríamos de ver novamente do diretor.

4 – Sherlock Holmes

Confiar no carisma de Robert Downey Jr. e Jude Law foi uma das decisões mais acertadas desta adaptação da obra de Arthur Conan Doyle para os cinemas. Uma adaptação que, apesar de realmente acertar bastante, também ofendeu alguns dos fãs do original ao transformar o famoso detetive num sujeito briguento e bastante mulherengo.

Leia também:
Crítica do filme: O Agente da U.N.C.L.E.

No entanto, ainda que não seja algo do tipo Guy Ritchie de raiz, Sherlock Holmes apresenta algumas das melhores cenas já filmadas pelo diretor, como aquela da explosão quase no final da projeção.

3 – RocknRolla – A Grande Roubada

Ok, ok, eu sei que RocknRolla não é lá um filme perfeito, mas vamos combinar que tem tudo que você espera de um filme do diretor por ali. Olha só:

  • ( X ) Gângster
  • ( X ) Um problema que começa depois de uma cagada de algum iniciante
  • ( X ) Personagens engraçadinhos
  • ( X ) A trilha sonora sensacional
  • ( X ) Piadas de humor negro
  • ( X ) Uma cena foda que liga a segunda parte com o final do filme
  • ( X ) Mark Strong

Tá tudo lá!

2 – Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes

Jogos e Trapaças é o Cães de Aluguel de Guy Ritchie. É aquele primeiro trabalho que chega dando carteirada na fuça de todo mundo.

Surgindo nos cinemas alguns anos após Pul Fiction, este mix de comédia inglesa e ação fez com que muitos críticos dissessem na época que o diretor seria uma espécie de Quentin Tarantino com estamina por causa de seus personagens insanos e a edição sempre frenética. E até que durante um tempo isso até que fez sentido mesmo.

1 – Snatch – Porcos e Diamantes

Snatch não é só o melhor filme de Guy Ritchie. É o melhor filme do Guy Ritchie, com uma das melhores interpretações de Brad Pitt, com alguns dos melhores personagens do cinema britânico, com algumas das piadas mais engraçadas do cinema e com um dos marcantes trabalhos de edição do cinema – sério, aqueles cortes fizeram escola pra muita gente.

Saudades do Guy Ritchie moleque, o Guy Ritchie de várzea.

Em breve

Outros lançamentos

Parceiros