Angry Birds chegando aos cinemas e trailer de Assassin’s Creed parando na internet. Essa semana tá daquele jeito para os fãs dos video games. No entanto é sempre bom lembrar que não é porque estamos vendo muitas adaptações chegando à telona que isso quer dizer que são muitas adaptações boas.

angry_birds_movie1
Aliás, se tem uma coisa que hollywood ainda está devendo é uma boa adaptação de game para os cinemas. Saca só: dos mais de 30 jogos que ganharam uma versão cinematográfica – contando de Mortal Kombat até Mario Bros -, apenas 1 conseguiu ter uma nota mais ou menos. E é justamente Angry Birds (63% de aprovação no Rotten Tomatoes e 46/100 pelo Metacritic). Puxado.

Mas aí vem a pergunta: qual game que realmente poderia render uma boa adaptação para os cinemas? Pois foi pensando nissso que resolvemos fazer uma lista com 5 jogos que merecem virar ganhar uma chance nas telonas. Uma lista que foca mais no potencial de história do que no hype do projeto (algo que, claro, não foi o caso de Angry Birds).

Quer ver quais foram os escolhidos? Então confira e veja se concorda com a gente!

Earthworm Jim

ewjLançado em 1994 pela Shiny Entertainment para o Mega Drive, Earthworm Jim é um game de plataforma que conta com visual e roteiro completamente insanos.

Veja bem: nessa história (com pitadas do humor non-sense de Douglas Adams) conhecemos a tal minhoca chamada Jim, que do dia para noite tem sua vida de anelídea mudada quando um traje espacial cai bem em cima dela, transformando o ser rastejante em uma verdadeira combatente que parte para o espaço em busca de livrar a princesa What’s-Her-Name das garras de Psy-Crow, o vilão que sem querer havia jogado o traje aqui no planeta.

Chances de Earthworm Jim virar filme: baixas.

Apesar de já ter sido transformado em uma animação para a TV e vários rumores terem surgido sobre um possível filme, nada nunca foi confirmado por nenhuma produtora nem pela equipe do game. Também pudera, com um roteiro desse, seria bem dificil encontrar alguma marca que topasse encarar o projeto – que pra mim, só teria chance de ficar legal nas mãos de caras como Phil Lord e Christopher Miller, diretores de Uma aventura Lego.

Firewatch

Lançado agora em 2016 pela produtora indie Campo Santo, Firewatch conta a história de um sujeito chamado Henry que, em 1989, descola um trampo como vigia de um parque florestal no estado de Wyoming, nos Estados Unidos. Lá ele conhece Delilah, sua supervisora a qual ele tem contato apenas por meio de um walkie-talkie e precisa reportar todos os acontecimentos do tal parque, inclusive alguns muito estranhos e obscuros que começam a acontecer por lá (e até colocar sua vida em risco).

Chances de Firewatch virar filme: médias.

Apesar de Firewatch ter sua história muito bem resolvida no formato game, seria interessante vê-la sendo contada nos cinemas. O lance é que nada disso ainda foi discutido por aí, então, pode ser que nunca vejamos essa adaptação – que poderia ficar por conta de algum cara como Duncan Jones – que agora está muito ocupado levando a franquia Warcraft para as telonas.

Monkey Island

Scumbar2

Bancada pela LucasArts, Monkey Island é uma das franquias mais consagradas do mundos do games, sendo composta por títulos como The Secret of Monkey Island (1990), Monkey Island 2: LeChuck’s Revenge (1991), The Curse of Monkey Island (1997), Escape from Monkey Island (2000) e Tales of Monkey Island (2009). Todos focados nas desventuras de Guybrush Threepwood, um sujeito todo atrapalhado que vivia no meio de perigosos piratas e sonhava em se tornar um deles.

Chances de Monkey Island virar filme: médias.

No final do século passado a Lucasfilm juntamente com a Industrial Light & Magic estavam trabalhando em uma adaptação da franquia para os cinemas. Adaptação essa que se chamaria Curse of Monkey Island, já tinha concepts arts – como esse aí de cima –  e até um roteiro semi-completo escrito por Ted Elliott (também responsável pelos roteiros de Aladdin e Shrek).

Só que nada disso foi pra frente e, sem mais nem menos tudo isso foi cancelado, deixando uma legião de fãs na vontade e putos da vida por ver o mesmo Ted Elliott criando uma super lucrativa história para a Disney chamada Piratas do Caribe, inspirada em um dos brinquedos de seu parque. Claro.

Red Dead Redemption

Produzido pela mesma Rockstar Games de GTA, Red Dead Redemption é um puta western que narra a vida de John Marston, um ex-criminoso, que parte em busca de alguns dos membros de sua  antiga gangue em troca da liberdade da sua família que é mantida presa pelo governo norte-americano. Ou seja: um típico faroeste.

Chances de Red Dead Redemption virar filme: médias.

6 anos atrás, quando o game acabava de ser lançado e havia todo um hype em torno dele, rolou uma conversa sobre a possibilidade de Brad Pit encarnar o protagonista em uma possível adaptação para os cinemas. Adaptação essa que, como sabemos, nunca aconteceu. Porém, com o sucesso de filmes como O regresso e Os oito odiados, talvez ainda existam chances.

Aí, Rian Johnson, essa é sua, cara!

HλLF-LIFE

Considerado por muitos como o melhor jogo da história, HλLF-LIFE é um game levemente inspirado no conto O Nevoeiro, de Stephen King, onde conhecemos o Dr. Gordon Freeman, um físico teórico que trabalha em um laboratório super secreto chamado Black Mesa, localizado no Novo México.

Bom, mas como nenhuma história vai para frente sem conflito, é de esperar que tudo dê errado na vida de Freeman. E realmente dá.

Num belo dia um dos experimentos da Black Mesa foge do controle abrindo uma espécie de portal que acaba levando diversos seres de outra dimensão para dentro do nosso laboratório. E se isso já não fosse o suficiente, você descobre que, além de ter de fugir do lugar, também será preciso fugir de um grupo de militares enviados para o local para eliminar qualquer testemunha desse acidente, incluindo, claro, o protagonista.

Chances de HλLF-LIFE virar filme: altas.

Anunciado em 2013, os filmes baseados em Half Life e Portal (um Spin-off da franquia) já não são mais um sonho impossível para os fãs. Muito pelo contrário!  Com produção de J.J. Abrams essas adaptações já contam com um grupo de roteiristas e não devem demorar muito (mais) para ver a luz do dia.

Agora, quem poderia ficar no comando dessa adaptação? Que tal Dan Trachtenberg (de Rua Cloverfield 10) ou Matt Reeves (de Planeta dos Macacos: O Confronto)?

Em breve

Outros lançamentos

Parceiros