Editorial

Star Wars, Senhor dos Anéis, U2, Coldplay e Vingadores. Acreditamos que a cultura pop é muito mais do que isso.

Recheada de atitudes, ideias, perspectivas políticas e fenômenos sociais, a cultura popular não nasceu apenas de um simples amontoado de hits. Ela nasceu desses hits e de tudo aquilo que catapultou o surgimento deles. Capitão América, Batman, Superman, praticamente todos os super heróis que você conhece nasceram de uma demanda social. Demanda que também explica alguns sucessos como O Poderoso Chefão e o Nirvana. Por causa disso, acreditamos que, ao falar sobre entretenimento e cultura pop, podemos ir além daquela discussão batida sobre a cor de um uniforme, as cifras de uma bilheteria e o cabelo de um personagem.

E como muitas das ideais dos blockbusters surgem do submundo independente, nada mais justo do que explorarmos esse universo. Falar sobre esse lugar com muita massa cinzenta e pouco dinheiro no bolso. Falar sobre novas bandas que saem de lá e ano após ano tiram o rock’n roll da UTI e revitalizam o universo pop – às vezes sem ninguém perceber. Falar sobre a critividade que transborda no mundo dos indie games e que vez por outra muda o jogo da indústria.

Enfim, acreditamos que, na hora de falar sobre cultura pop, faz bem pra pele descer do muro. Não dá pra sempre deixar o jogo empatado entre Marvel e DC, Star Trek ou Star Wars, Playstation ou Xbox, PT ou PSDB. Sabemos da inteligência da audiência e acreditamos que podemos fazer mais por ela. Podemos fazer bem mais do que uma coleção de memes na timeline.

Esse é o editorial do Altamente Ácido, acreditamos nele, preferimos Star Wars do que Star Trek e temos certeza de que o certo é biscoito e não bolacha.

Em breve

Outros lançamentos

Parceiros